FOX Sports Brasil inova com realidade aumentada nas finais da Libertadores e da Copa Sul-Americana

Emissora busca tecnologias de gráficos para ampliar experiência do telespectador na transmissão esportiva.

A FOX Sports Brasil está implementando um recurso de realidade aumentada para os seus assinantes durante a transmissão das partidas finais da Copa Libertadores e da Sul-Americana. A ideia é oferecer informações, dados e estatísticas complementares sobre os jogos de uma maneira visualmente atrativa para o telespectador."Sendo um canal de esportes no Brasil, onde a concorrência é muito grande, decidimos que teríamos que ser uma empresa líder em inovação", explica Luis Alberto Santos, Vice-Presidente de Engenharia e Operações da Fox Sports no Brasil. "E neste contexto vimos que o caminho a se seguir era da área gráfica, levando elementos de realidade aumentada para nossas transmissões".A empresa então buscou uma parceria com a integradora Seal Broadcast & Content para prover e integrar as diferentes soluções em tecnologia disponíveis no mercado para atingir esta meta. "O objetivo da realidade aumentada é melhorar a qualidade de experiência do telespectador, torná-lo mais próximo do ambiente de produção e oferecer as informações de maneira diferenciada", afirmou Danillo Garcia, diretor de vendas da empresa integradora responsável pela negociação e disponibilização da tecnologia para a FOX Sports.

Confira esta reportagem em vídeo:

A emissora está utilizando uma tecnologia de variação de contraste (sem a utilização de sensores) da empresa Ncam e um sistema de tracking free da Brainstorm que facilita a colocação de elementos gráficos como tabelas, resultados, perfis de jogadores e próximos jogos. A tecnologia da Fox possui integração com o sistema Flowics para interação com as redes sociais e com o iNews da Avid para a exibição de templates, claquetes, escudos e outros elementos personalizados. A elaboração de gráficos e elementos visuais é realizada pela empresa wTVision em um consórcio realizado em parceria com a Seal Broadcast & Content, responsável também pelo suporte local assistência técnica da solução.Segundo Luis Santos, o objetivo também é explorar os recursos durante o sorteio dos grupos para a Copa do Mundo da Rússia em 2018, que acontece no começo de dezembro e ampliá-lo para o ano que vem durante a Copa.“Hoje temos mais de dez horas de transmissão ao vivo diariamente e a gente precisa mostrar os grupos, cruzamentos, cidades, logística de cobertura e nisso a realidade aumentada é uma solução importante, temos que colocar mais informações na tela que possam agregar o que a gente já passa. A partir disso, vamos seguir com a cobertura da Copa do Mundo e ampliar a utilização dess recurso”, explicou Santos.Realidade virtual e vídeo em 360ºOutra inovação da FOX são os primeiros testes para a transmissão de jogos em realidade virtual com base em uma tecnologia já utilizada na matriz americana. A emissora realizou uma transmissão pelo aplicativo Fox Play durante o primeiro jogo da final da Libertadores entre Grêmio e Lanús, na última quarta-feira, mas apenas para seus funcionários. Em parceria com a empresa Mistika, foi instalada uma câmera especial no estádio e realizada uma transmissão com geração de sinal em 4K. O telespectador que teve a oportunidade de acompanhar o jogo também contava com diversos elementos para enriquecer a sua experiência.“Assistir a uma camera só por 2 horas com o óculos de VR, é complicado, o óculos tira um pouco essa proximidade e da interação com as pessoas durante o jogo, o que é algo típico do brasileiro. Por isso, também está incluído todo o feed produzido com narração, replays e elementos gráficos que ajudam a enriquecer essa experiência”, disse o executivo da FOX.A emissora precisou trabalhar na sincronização da câmera de VR, com a geração de streaming e com o áudio vindo da narração. Além disso, foi utilizada apenas uma câmera para que o corte das imagens não incomodasse o espectador.A intenção da empresa é continuar realizando testes internos até chegar a um formato final que possa ser oferecido ao público a partir de fevereiro, visando a temporada da Copa Libertadores 2018 e da Copa do Mundo da Russia.

Fonte: http://www.panoramaaudiovisual.com.br/noticia/?view=true&artigo=2760423